Facebook Irlofil Instagram Blog Irlofil

Blog/Curiosidades

Voltar Voltar

curiosidades
02/11/2015
Curiosidades

Nutrição 
O amendoim também apresenta outros aspectos nutricionais importantes. Por exemplo, a presença de proteína vegetal, fibras, potássio, cálcio, magnésio, além de fitosteróis, Omega-6 e outros componentes, afirma Bárbara. E a nutricionista esclarece que esses nutrientes auxiliam o organismo em geral funcionar bem, além do coração.


Afrodisíaco 
Adriana destaca, como Bárbara, os mesmos benefícios à saúde, principalmente cardíaca. Mas lembra também que ele tem a característica que mais lhe deu fama. entre suas propriedades, está a afrodisíaca. Tânia afirma que muitos alimentos entram na lista de afrodisíacos, mas a ciência ainda não apresenta boas evidências que comprovem. Contudo, podemos dizer que a presença de ácidos graxos essenciais podem influenciar na produção dos hormônios e, ainda, por conter feniletilamina, pode promover a sensação de prazer.


Emagrecimento 
De acordo com Adriana, o amendoim auxilia no emagrecimento. Isso acontece porque uma pequena quantidade de amendoim leva à saciedade, e isso reduz a quantidade de qualquer alimento que venha a ser consumido posteriormente.


Riscos 
Há muito risco de contaminação por Aspergillus flavus e A. parasiticus que formam aflo toxinas. Calma: ela explica.  São toxinas extremamente potentes causadores de câncer, alerta Bárbara. Esta contaminação pode ocorrer tanto no amendoim quanto em outros alimentos que ficam estocados em armazéns sem o devido controle de qualidade. Para fugir deste problema, o amendoim deve ter passado por um controle de qualidade rigoroso. Portanto, ao comprar, é importante saber a procedência do produto, orienta Bárbara.


Alergias 
Outro problema do amendoim é que ele é um alimento altamente alergênico, explica Bárbara. Pode desencadear bronquite, asma, sinusite, hiperatividade, problemas de pele, sono irregular, vontade de urinar no meio da noite, dores de cabeça e colites. Mas isso é muito individual. Isso prova que mesmo os alimentos da natureza não são recomendados para todas as pessoas.


Consumo 
O amendoim pode ser consumido de diversas maneiras: torrado e temperado junto com outros alimentos como risotos, com legumes, ou em forma de derivados como óleo, farinha, pastas para o café da manhã, sobremesas e bolos, recomenda Adriana. 

Quantidade 
O amendoim pertence ao grupo das oleaginosas (grupo de alimentos ricos em gorduras). Seu consumo em grandes quantidades pode fornecer muitas calorias e, se aliada a uma dieta desequilibrada, pode favorecer o ganho de peso, diz a nutricionista Tânia. O ideal não é evitar, mas, sim, consumir de maneira equilibrada. Um punhado (30g) ou 2 colheres de sopa possuem 171 Kcal. Mas não há uma recomendação de amendoim definida.  
 

Acnes
Não são todos que vão desenvolver acnes após consumir o alimento. “Se a pessoa tem mais sensibilidade alérgica, pode ser que surja mesmo. Mas isso se dá a essa condição especial, não é todo mundo que vai ter espinha. Por ter ácidos graxos essenciais pode aumentar a oleosidade da pele, mas o amendoim sempre acaba pagando o pato e muitas vezes injustamente. Se a pessoa come vários outros alimentos industrializados ou que causem intoxicação das células, não tem como saber se a culpa é mesmo dele”, garante Dr. Rondó.

 

Conservação 
O amendoim está sujeito à contaminação por fungos. A invasão por estes microrganismos pode ocorrer no solo, durante o processo de formação das sementes, na colheita e no armazenamento. Essa semente, assim como as castanhas e o milho, pode apresentar toxinas produzidas por fungos, conhecidas como aflatoxinas. Por isso, ao comprar e guardar, veja se as condições de armazenamento. Ele não deve ficar em locais úmidos e quentes, para evitar o crescimento dos microrganismos e a produção de toxinas, ensina Tânia.